A 237ª Feira do Peixe de Porto Alegre comercializou R$ 5,6 milhões em pescado

Foram vendidas 407 toneladas de pescado durante a semana (Foto: Brayan Martins/PMPA)

A 237ª Feira do Peixe de Porto Alegre, encerrada nesta sexta-feira (14), às 13 horas, comercializou 407 toneladas de pescado, o que equivale a R$ 5,6 milhões. Foram vendidas 32 toneladas a mais do que o evento do ano passado que atingiu 375 toneladas.

O balanço, realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, engloba as vendas da feira do Largo Glênio Peres, que somam 390 toneladas e da Restinga e Belém Novo, que totalizam 17 toneladas. Cerca de 650 mil pessoas passaram pelo Centro Histórico para garantir o peixe da Sexta-feira Santa.

A diferença positiva é consequência do aumento do número de bancas, que passou de 65 para 70. A Feira teve, também, 5 bancas de alimentação, onde foram servidos bolinhos, espetinhos e a tradicional tainha na taquara. Ajudou o fato de a comercialização, no Largo Glênio Peres, ter iniciado na segunda-feira, 10, totalizando cinco dias completos de feira.

Neste ano, os peixes mais procurados foram a tainha, a corvina e o pintado. Nas bancas, o quilo da tainha foi vendido por R$ 12 e o filé de merluza a R$ 18. O pacote com 400g de camarão foi comercializado a R$20 e espetinho de peixe por R$5. O peixe na taquara teve custo de R$20 e R$30, dependendo do tamanho. Quem deixou para a última hora encontrou várias promoções, com descontos superiores a 30%.

A abertura oficial, no dia 11, contou com a participação dos integrantes da procissão do Morro da Cruz, que realizaram uma caminhada com o prefeito Nelson Marchezan Junior e com os secretários municipais. A Feira contou, ainda, com uma ação especial, realizada na quinta-feira, 13, quando o food truck do Destemperados Brasil esteve no Largo Glênio Peres comercializando 150 porções de fish and chips ao molho de páprica. O valor arrecadado com a ação será destinado à Aldeia SOS.

A Feira também abrigou uma intervenção artística. Diferentes artistas se uniram para fazer uma pintura coletiva. Uma releitura da obra Porto Alegre Vista do Cristal, do artista italiano Torquato Bassi, de 1919. Depois de pronta, a tela identificada com um QR code reportará à obra do acervo da Pinacoteca Ruben Berta, em exposição no Paço Municipal. A iniciativa foi da Secretaria Municipal da Cultura.

The post A 237ª Feira do Peixe de Porto Alegre comercializou R$ 5,6 milhões em pescado appeared first on O Sul.

Comentários

Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.