A Brigada Militar prendeu mais de 490 pessoas durante o feriadão

Policiais atuam na Operação Avante Tiradentes em Porto Alegre. (Foto: BM-RS/Divulgação)

Em um total de 31.662 abordagens realizadas durante 48 horas da Operação Avante Tiradentes, a BM (Brigada Militar) prendeu 492 pessoas no Rio Grande do Sul. A ação começou na quinta-feira (20) e terminou no sábado (22).

Ao todo, foram atendidas 1.546 ocorrências no período. Foram apreendidas 42 armas, 230 veículos e mais de 1,6 quilo de drogas. A BM também cumpriu mandados de busca e apreensão e lavrou infrações de trânsito na operação, além de fiscalizar edifícios, estabelecimentos e eventos com o Corpo de Bombeiros. Foram emitidos 220 termos circunstanciados.

A Operação Avante Tiradentes atuou, em todo o Brasil, na prisão de criminosos, apreensão de drogas e armas, recuperação de veículos roubados ou furtados e teve o objetivo de aumentar a percepção de segurança dos cidadãos, segundo a BM.

As polícias militares de todo o País iniciaram a ação no dia 21, data em que se homenageia seu patrono, Tiradentes, em todo o território nacional. Denominada Operação Tiradentes, a investida reuniu mais de 600 mil homens e mulheres, entre policiais e bombeiros, de todos os Estados.

Porto Alegre

As entradas de Porto Alegre receberam atenção especial das forças de segurança e dos agentes de trânsito desde o começo da manhã deste domingo (23). Integradas na Operação Retorno, Guarda Municipal, Brigada Militar e EPTC (Empresa Pública de Transportes e Circulação) reforçaram o monitoramento e o policiamento nos pontos de chegada à capital gaúcha. A Operação Retorno mobiliza cerca de 60 agentes.

The post A Brigada Militar prendeu mais de 490 pessoas durante o feriadão appeared first on O Sul.

Comentários

Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.