A Receita Federal apreendeu 150 quilos de cocaína na Ponte Internacional da Amizade

A Receita Federal apreendeu 150 quilos de cocaína na Ponte Internacional da Amizade, entre Cidade do Leste, no Paraguai, em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, no último sábado (6).

Os agentes da Força Nacional desconfiaram ao perceber que a placa da caminhonete não tinha lacre e que alguns compartimentos, como paralamas e a parte interna da carroceria, estavam soltos.

A droga foi encontrada dentro de um fundo falso. Os bombeiros ajudaram a abrir o compartimento para que os policiais conseguissem retirá-la do veículo.

O motorista, um paraguaio de 33 anos, foi preso e vai responder por tráfico internacional de drogas.

A droga foi levada à Delegacia da Polícia Federal de Foz do Iguaçu.

De acordo com a Receita Federal, esta foi a primeira apreensão de cocaína do ano na Ponte da Amizade.

Moedas raras

Um caminhão foi apreendido pela equipe de repressão da 10ª Região Fiscal da Receita Federal, em vistoria de rotina na fronteira com o Uruguai. 

Durante vistoria do veículo, foram descobertas moedas históricas e comemorativas de vários países, entre eles os Estados Unidos, a Inglaterra e a China, e eventos mundiais, como as Olimpíadas de 1980 na URSS e a visita da Rainha da Inglaterra aCanadá e à Austrália 

Também uma moeda em homenagem a Elton John, cunhada no ano passado pela The Royal Mint e assinada por Bradley Morgan Johnson. Além de várias moedas chinesas e outros itens. 

As moedas, que são certificadas por organismos internacionais responsáveis pela validação desses objetos, serão classificadas, individualmente, pelos especialistas em valoração aduaneira da Receita Federal. 

Após a valoração, serão leiloadas, permitindo que os interessados possam arrematá-las pelo maior preço oferecido. Uma oportunidade para colecionadores. 

Apreensão de aracnídeos

Durante ação de fiscalização no Centro de Distribuição dos Correios, em Belém (PA), a equipe de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal suspeitou de declaração de um determinado conteúdo. 

A declaração afirmava ser uma carga de 300 chaveiros, com destino à cidade de São Paulo. Porém, a falta de remetente e o peso da caixa alertaram os servidores envolvidos, que, ao abrirem a embalagem, verificaram que na realidade se tratava de aracnídeos.

Ao todo, foram apreendidas 34 espécies de aranhas presas em potes de plásticos. 

Comentários