Rodoviários protestam contra o projeto que prevê a retirada de cobradores dos ônibus de Porto Alegre


Categoria teme o desemprego com a aprovação do projeto
Foto: Divulgação

Os rodoviários de Porto Alegre realizam nesta quinta-feira (19) novos protestos contra o projeto da prefeitura que prevê a retirada de cobradores dos ônibus da Capital em determinados horários com o objetivo de reduzir o valor da passagem.

Desde o início da manhã, os trabalhadores se concentraram em frente às garagens das empresas, atrasando a saída dos coletivos. Depois, parte dos manifestantes seguiu de ônibus para a Câmara de Vereadores.

Para amenizar os transtornos aos passageiros, a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) informou que as lotações estão autorizadas a transportar pessoas em pé ao longo do dia.

Já as linhas metropolitanas das empresas Soul, Transcal e Vicasa estão autorizadas a pegar passageiros em Porto Alegre até a normalização do serviço. Em dias normais, essas linhas só desembarcam usuários na Capital.

O polêmico projeto da prefeitura será votado na tarde desta quinta na Câmara de Vereadores. A votação não ocorreu na quarta-feira (18) por falta de quórum. A categoria teme o desemprego caso a proposta seja aprovada.

Comentários