Ação conjunta combate esquema de envio de celulares e retém 250 relógios durante fiscalização no Aeroporto Salgado Filho

Durante fiscalização em voo de saída com destino a Cabo Verde foram verificadas as bagagens de nove passageiros senegaleses, que continham 250 relógios. Cinco destes passageiros também transportavam 20 celulares usados e de diversas marcas. A ação aconteceu neste sábado (14).

Ao serem entrevistados, os passageiros não deixaram claro a origem dos celulares e dos relógios. Eles não tinham a documentação comprobatória dos artigos, gerando a suspeita de que os celulares poderiam ter origem de furto ou roubo.

A Polícia Federal e a Polícia Civil acompanharam a fiscalização. Os cinco passageiros foram encaminhados para a 3ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (3ª DPPA), para ser lavrada ocorrência, e posteriormente liberados.

Ao longo da ação verificou-se que os celulares tinham restrição junto à Anatel. De acordo com a Receita Federal, sabe-se que alguns países habilitam celulares mesmo com essa restrição, o que tem motivado a intensificação por parte da Receita Federal, da fiscalização de voos de saída para esses destinos, combatendo o esquema de envio de celulares possivelmente roubados  ou furtados.

Os agentes da Receita Federal retiveram os relógios e encaminharam os celulares à Polícia Civil para prosseguimento do inquérito policial.

Esta é a segunda retenção realizada pelo órgão junto com a Policia Federal e a Polícia Civil em voo com destino ao Cabo Verde. No final da semana passado foram encontrados 50 celulares sem sinais de regularidade e diversos produtos contrafeitos nas bagagens de três senegaleses.

Comentários