Águas do Guaíba atingem o quarto maior nível desde 1941

As chuvas que castigaram o Rio Grande do Sul nos últimos dias provocaram forte acúmulo de água nos afluentes do Guaíba (Foto: Jackson Ciceri/ O Sul)

As águas do Guaíba continuam subindo em Porto Alegre. O nível do rio chegou a 2,65 metros na manhã deste sábado (22) no Cais Mauá, no Centro da Capital, segundo o Ceic (Centro Integrado de Comando de Porto Alegre).

A marca supera a da enchente de 1984, de 2,60 metros, e é a quarta maior desde 1941, quando chegou a 4,76 metros. Em 1967, o nível das águas atingiu 3,13 metros e, em 2015,  2,94 metros. Houve grandes cheias no final do século 19 e no início do século 20, das quais não se têm registros de medições.

A partir de 2,10 metros, é considerado nível de alerta para cheias. As águas invadiram algumas ruas dos bairros Navegantes e São Geraldo, nas imediações da Voluntários da Pátria, nesta manhã. Conforme a Metsul Meteorologia, as águas do Guaíba retornam pela rede pluvial por causa da cheia.

As chuvas que castigaram o Rio Grande do Sul nos últimos dias provocaram forte acúmulo de água nos afluentes do Guaíba. A principal preocupação é com o rio Jacuí. Diversas pessoas tiveram que deixar suas casas na região das ilhas na Capital e em Eldorado do Sul em razão dos alagamentos.

Pelo menos quatro municípios gaúchos já formalizaram pedido de homologação de decreto de situação de emergência à Defesa Civil Estadual devido às enchentes: Pantano Grande, São Sebastião do Caí, Bom Princípio e Montenegro.

F

Alagamento no bairro Navegantes, na Capital (Foto: Metsul/Divulgação)

 

Cheias atingem a região das ilhas em Porto Alegre (Foto: Brayan Martins/PMPA)

Cheias atingem a região das ilhas em Porto Alegre (Foto: Brayan Martins/PMPA)

 

 

Comentários

Comentários

825 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.