Alvorada é a sexta cidade mais violenta do Brasil, afirma Atlas da Violência 2019

O município de Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foi considerado como o sexto mais violento do Brasil no ano de 2017, com taxa de 112,6 homicídios para cada 100 mil habitantes. O dado é do Atlas da Violência 2019, divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

De acordo com o levantamento, a taxa de homicídios no Brasil aumentou 4,2% de 2016 para 2017, chegando ao recorde de 31,6 mortes para cada 100 mil habitantes. Em números absolutos, o país teve 65.602 assassinatos em 2017, 4,9% a mais do que no ano anterior.

Confira outros dados do Atlas

A população jovem, de 15 a 29 anos, foi a principal vítima de homicídios no Brasil, com 35.783 mortos em 2017, sendo 94,4% do sexo masculino. Assassinatos foram a causa de 51,8% das mortes dessa faixa etária. Entre 20 e 24 anos, o percentual chega a 49,4%, e, entre 25 e 29 anos, a 38,6%.

O Atlas da Violência mostra que em 2017 a taxa de homicídio de mulheres cresceu acima da média nacional. Em 28,5% dos homicídios de mulheres, as mortes aconteceram dentro de casa, o que o Ipea considerou como feminicídios e violências domésticas.

Conforme dados do Ipea, a cada quatro pessoas assassinadas no Brasil em 2017, três eram negras. O Instituto aponta que houve um aumento na desigualdade racial nesse aspecto entre 2007 e 2017, já que a taxa cresceu 33,1% para os negros e 3,3% para os não negros. Somente entre os anos de 2016 e 2017, a taxa de homicídios de negros no Brasil cresceu 7,2%. Em números absolutos, o país registrou 49.524 assassinatos de negros em 2017.

Comentários