Análise dos pulmões de pacientes mortos pelo novo coronavírus mostra cicatrizes e coágulos

Os pacientes também apresentaram lesões nos rins. (Foto: Reprodução)

Pesquisadores do Imperial College London analisaram os pulmões de dez pacientes mortos por Covid-19. Foram detectados cicatrizes, lesões e coágulos em todas as pessoas observadas. O estudo foi publicado na quinta-feira (20) na revista The Lancet Microbe.

Conforme os pesquisadores, as dez pessoas também apresentaram lesões nos rins; nove pacientes também tiveram trombose – coágulo sanguíneo – em pelo menos um órgão principal (coração, pulmão ou rim); e foram encontradas evidências de uma rara infecção fúngica em um paciente, chamada de mucormicose, que pode se espalhar para outros órgãos do corpo.

A análise dos órgãos após a morte foi consentida pelos familiares dos pacientes. As pessoas analisadas tinham de 22 a 97 anos e estiveram internadas entre março e junho deste ano.

Sete eram homens e quatro eram mulheres. Quatro pacientes eram brancos e outros seis faziam parte de minorias étnicas, como negros e asiáticos.

Comentários