Anvisa proíbe a venda de geleia de morango com fungo, larvas e pelo de roedor fabricada no Estado

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a venda e a distribuição de um lote da geleia de morango Piá. Foram encontrados fungo, larvas mortas e pelo de roedor no produto. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (22).

A geleia é fabricada pela Cooperativa Agropecuária Petrópolis, localizada em Nova Petrópolis, na Serra Gaúcha. Segundo a Anvisa, a empresa terá de recolher todo o estoque do produto existente no mercado relativo ao lote 02, com validade até 19 de novembro de 2016.

A Piá divulgou uma nota oficial sobre o ocorrido. Confira abaixo:

“Tendo em vista a proibição da venda de um lote de geleia de morango, a diretoria da Cooperativa Agropecuária Petrópolis – detentora da marca Piá, vem a público informar que o problema já havia sido detectado antes mesmo da decisão da Anvisa, e que o mesmo foi totalmente recolhido do mercado no dia 25 de maio de 2016. Cabe salientar ainda que a origem do problema do Lote número 02, fabricado em 19 de novembro de 2015 e com validade até 19 de novembro de 2016, é a própria matéria-prima, no caso o morango utilizado na produção da geleia. Os animais entram em contato com o fruto nas lavouras, no momento da colheita, antes de sua transformação na indústria. Durante o processamento na indústria, que atinge temperaturas altas, são eliminados os microrganismos, mas as matérias estranhas que estão na matéria-prima podem permanecer. A Cooperativa Agropecuária Petrópolis vai intensificar o treinamento e o monitoramento de boas práticas dos produtores de morangos para as próximas safras.”

Comentários