Apicultura – Preocupação e comemoração

Em 22 de maio foi comemorado o Dia do Apicultor. Apesar da situação geral das abelhas ser cada vez mais preocupante, a ASCAP (Associação Caxiense de Apicultores), ainda encontra bons motivos para celebrar.

Responsáveis pela polinização de mais de um terço dos grãos, verduras e frutas que consumimos, as abelhas vivem um alarmante decréscimo populacional. Os motivos para o desaparecimento são a inconstância climática, a utilização indevida de agrotóxicos, o desmatamento, a expansão de monoculturas, entre outros. Este cenário alerta os pesquisadores e ecologistas sobre um problema cada vez maior e que pode influenciar no futuro da humanidade.

A ASCAP, junto com a Fundação Banco do Brasil, atentas a este problema, está disponibilizando para a comunidade e interessados, cartilhas e cartazes com informações sobre as abelhas, a polinização e a importância do trabalho dos apicultores.

A confecção deste material institucional é fruto de um convênio firmado entre a ASCAP e a FBB. O investimento social contempla ainda a aquisição de avançados equipamentos para processamento do mel, em benefício de todos apicultores associados. Itens como mesa desoperculadora automática, bomba, filtros, decantadores, baldes, e peneiras irão conferir maior qualidade ao mel da região e promover o desenvolvimento sustentável dos apicultores.

A região Sul é a maior produtora do país e o Rio Grande do Sul tem cerca de 44 mil propriedades com colmeias que envolvem o trabalho de aproximadamente 32 mil apicultores, segundo dados da FARGS (Federação Apícola do Rio Grande do Sul) e ABEMEL (Associação Brasileira dos Exportadores de Mel).

O próximo passo da ASCAP será mapear a atuação dos apicultores da região, tendo em vista que muitos, apesar de buscarem insumos e equipamentos na entidade, ainda não são associados. Este levantamento servirá para acompanhar, juntamente com a inspetoria veterinária do município, a variação populacional das abelhas e obter subsídios para a busca do selo que irá possibilitar a comercialização do mel da região em todo Estado e profissionalizar de forma mais eficaz a atividade dos produtores.

As cartilhas estão disponíveis na sede da ASCAP, na Avenida Perimetral Bruno Segalla, 9223, em Caxias do Sul. Maiores informações pelo fone 32238780.

Comentários