Após arrastão e incêndio em ônibus, 12 linhas da Zona Sul de Porto Alegre têm itinerários suspensos

Incidente ocorreu após protesto na vila Cruzeiro. (Foto: Divulgação/EPTC)

A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) e a BM (Brigada Militar) trabalham para que a circulação de 12 linhas de ônibus que atendem parte da Zona Sul de Porto Alegre seja retomada até a manhã desta quinta-feira. A medida foi determinada pelas empresas de transporte devido à falta de segurança, após um ônibus da linha T3 ser incendiado no final da tarde desta quarta-feira na rua Gabriel Fialho Camargo, ao lado do posto de saúde da vila Cruzeiro.

Os bombeiros foram acionados para controlar as chamas, que destruíram o veículo. Não houve feridos. Segundo a BM, os passageiros sofreram um arrastão por um grupo de assaltantes, que após o ataque colocou fogo no veículo. Até por volta das 19h, ninguém havia sido preso. Horas antes, moradores da região haviam realizado um protesto no local, reclamando dos alagamentos causados pelo temporal da madrugada dessa quarta-feira.

Segundo a EPTC, milhares de passageiros foram afetados pela interrupção, que incluiu linhas que atendem bairros como Santa Tereza e Alto Petrópolis: 149 (Icaraí), 149.1 (Icaraí-Taquari), 177 (Menino Deus), 195 (TV), 244 (Santa Tereza), 244.1 (Santa Tereza via Mariano de Matos), 263 (Orfanatrófio), 264 (Prado), 265 (Jardim Medianeira), 282 (Cruzeiro do Sul), 282.1 (Pereira Passos) e C80 (Circular Zona Sul).

 

Comentários

Comentários

108 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.