Após Geórgia, Joe Biden ultrapassa Donald Trump na Pensilvânia

Biden conseguiu passar à frente graças ao apoio massivo obtido em áreas urbanas como Atlanta, onde mais da metade da população é negra. (Foto: Reprodução/Instagram)

Depois de virar o placar na Geórgia, o candidato democrata a presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, agora ultrapassou o republicano Donald Trump na Pensilvânia, que tem 20 dos 538 votos no colégio eleitoral.

Trump foi superado pelo candidato democrata Joe Biden na Geórgia, feudo republicano desde 1996, nas primeiras horas desta sexta-feira (6).

Os dois postulantes aparecem com 49,4% da preferência, mas o ex-vice de Barack Obama tem 917 votos a mais que o magnata, com cerca de 99% da apuração concluída.

O Partido Republicano vence no segundo estado mais populoso do sudeste dos EUA desde 1996, quando Bob Dole superou o democrata Bill Clinton, mas Biden conseguiu passar à frente graças ao apoio massivo obtido em áreas urbanas como Atlanta, onde mais da metade da população é negra.

No condado de Fulton, onde fica a cidade mais populosa da Geórgia, o candidato democrata tem 72,6% dos votos, contra 26,2% de Trump. Atlanta também se estende pelo condado de DeKalb, onde o placar é de 83,1% a 15,8% a favor de Biden.

Além disso, o ex-vice de Obama lidera com folga em municípios como Augusta, Columbus, Macon, Savannah e Athens, todos eles com uma grande população negra.

A Geórgia tem 16 dos 538 votos no colégio eleitoral. Se mantiver a dianteira no estado, Biden iria a pelo menos 269, metade do total, mas a Fox News e a Associated Press também já contabilizam um triunfo no Arizona, o que o levaria a 280 delegados.

Além disso, o democrata vem reduzindo paulatinamente a vantagem de Trump na Pensilvânia, onde menos de 20 mil votos os separam, com 5% da apuração ainda a ser concluída. Biden também lidera em Nevada, com vantagem de pouco mais de 10 mil votos.

Comentários