Arábia Saudita proíbe a entrada de viajantes do Brasil, dos Estados Unidos e da Argentina

Não há voos diretos entre Brasil e Arábia Saudita. (Foto: Reprodução)

A Arábia Saudita proibiu a chegada a seu território de viajantes provenientes de 20 países, incluindo Brasil, Estados Unidos e Argentina, para tentar conter o aumento das infecções por Covid-19.

O Ministério do Interior saudita informou que a suspensão temporária entra em vigor nesta quarta-feira (03). Não há voos diretos entre Brasil e Arábia Saudita.

Além de Brasil, Estados Unidos e Argentina, os países afetados são: África do Sul, Alemanha, Egito, Emirados Árabes Unidos, França, Índia, Indonésia, Irlanda, Itália, Japão, Líbano, Paquistão, Portugal, Reino Unido, Suécia, Suíça e Turquia.

Cidadãos sauditas, bem como diplomatas e profissionais de saúde desses países, terão permissão para entrar no reino árabe, mas “dentro do quadro de medidas de precaução” recomendadas pelas autoridades de saúde, disse o governo.

O ministro da Saúde, Tawfiq al Rabiah, alertou que novas restrições serão impostas caso a população não respeite as já vigentes. A Arábia Saudita registra mais de 368 mil casos confirmados e 6,4 mil mortes por Covid-19.

Comentários