Arrecadação de impostos federais totaliza R$ 1,5 trilhão em 2019, o valor mais alto em cinco anos


Os dados foram divulgados pela Receita Federal
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A arrecadação de impostos, contribuições e demais receitas federais encerrou o ano passado em R$ 1,537 trilhão. O valor representa uma alta de 1,69% em relação a 2018, já descontada a inflação do período. O resultado, divulgado nesta quinta-feira (23) pela Receita Federal, é o melhor desde 2014.

De acordo com o Fisco, o bom desempenho foi motivado principalmente pelo comportamento dos indicadores econômicos. Entre os fatores que contribuíram para impulsionar a receita, estão uma alta de 3,27% na venda de bens, elevação de 1% na comercialização de serviços e um crescimento de 3,66% na massa salarial nominal do País.

O Imposto de Renda foi o principal responsável pelos ganhos do governo federal no ano passado. O tributo sobre os rendimentos de empresas, junto com as contribuições sobre lucro, registrou alta de 11,09% no ano.

Segundo a Receita, houve ainda uma elevação de 11,07% na receita do Imposto de Renda Pessoa Física. O crescimento é explicado por ganhos em vendas de bens e em operações na Bolsa de Valores.

Comentários