Assessor do vereador André Carús é preso


O vereador André Carús está no Presídio Central. (Foto: Arquivo/ Guilherme Almeida/CMPA)

A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira (7), mais um assessor do vereador André Carús, de Porto Alegre. O vereador teve a prisão temporária renovada pela Justiça na última sexta-feira (4) e está detido no Presídio Central. De acordo com a Polícia Civil, ele obrigava indicados para cargos em comissão (CC) a fazer empréstimos e ficava com os valores, fazendo os CCs ficarem com as parcelas. Contudo, dois outros assessores presos na semana passada junto com Carús já foram soltos. A defesa do vereador nega os crimes apresentados.

André Carús, de 37 anos, é vereador da Capital em primeiro mandato. Ele foi eleito no pleito de 2016 com cerca de 6,8 mil votos. Antes, foi diretor-geral do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) por três anos, na gestão de José Fortunati. O político deixou o cargo após o departamento e a sua residência serem alvo de mandados de busca e apreensão por parte do Ministério Público (MP) em 2016. O MP investigava denúncias de irregularidades em contratos firmados entre o órgão e empresas terceirizadas.

Comentários