Ato pró-democracia organizado por torcedores de clubes de futebol tem confrontos em São Paulo

Um ato pró-democracia organizado por torcedores de clubes de futebol teve confrontos entre manifestantes e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e com policiais militares na Avenida Paulista, em São Paulo, neste domingo (31).

A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes, que revidaram com pedras. Houve correria. Os tumultos começaram por volta das 13h e terminaram perto das 15h.

A primeira confusão iniciou quando torcedores de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos se cruzaram com apoiadores de Bolsonaro que realizavam um ato a favor da reabertura do comércio durante a pandemia de coronavírus. A Polícia Militar dispersou os torcedores e os bolsonaristas.

Depois, houve um confronto entre os torcedores e os policiais, que dispararam tiros de balas de borracha. Pelo menos três pessoas foram detidas. Não há relatos sobre feridos.

Comentários