Autoridades investigam vídeo de detentos fazendo churrasco na Cadeia Pública de Porto Alegre


As imagens foram divulgadas na internet. (Foto: Reprodução)

Autoridades investigam um vídeo que circula na internet mostrando detentos da Cadeia Pública de Porto Alegre, o antigo Presídio Central, fazendo um churrasco sob lonas no pátio do local. As imagens foram gravadas com um telefone celular.

Segundo a Brigada Militar, que administra o presídio, a comemoração foi autorizada por ocasião do Dia das Crianças, mas a gravação não é permitida, pois celulares não podem entrar na cadeia. Familiares dos apenados também participaram do churrasco, que reuniu cerca de mil pessoas.

Foram assados cem quilos de carne, comprados com o dinheiro dos presos e de parentes. A Lei de Execuções Penais permite a realização desse tipo de confraternização em datas especiais, de acordo com a Brigada Militar.

Os detentos envolvidos na filmagem devem ser transferidos e receberão punições disciplinares em razão do uso de telefones no presídio. Na gravação, eles citam o nome de uma das facções mais violentas do Estado, Os Bala na Cara.

Comentários