Bolsonaro afirma que não haverá horário de verão este ano

O governo estuda a extinção do horário de verão(Foto: Pixabay)
Por Gabriella Rocha e Júlia Bueno*

Depois do presidente Jair Bolsonaro afirmar na manhã desta sexta-feira, 05, que a medida para exterminar o horário de verão no Brasil já tinha passado pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, ele confirmou a decisão em seu Twitter durante a tarde. “Decidimos que não haverá Horário de Verão na temporada 2019/2020”, disse.

Para fundamentar a decisão, Bolsonaro solicitou estudos a respeito do assunto, que começaram a ser desenvolvidos nesta segunda-feira (1º). O deputado João Campos (PRB/GO) ficou encarregado de trazer levantamentos sobre o horário de verão no país e debater o tema com a área responsável do governo – o Ministério de Minas e Energia (MME). Conforme consta no portal do ministério, o MME é responsável pelos projetos voltados a área da geologia, recursos minerais e energéticos, bem como o aproveitamento da energia hidráulica, a fim de proporcionar o equilíbrio conjuntural e estrutural entre a oferta e a demanda de recursos energéticos no país.

Neste ano, o horário de verão teve o fim antecipado devido ao segundo turno das eleições em 2018. A medida foi solicitada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), já que, com a mudança, a diferença em relação ao horário de Brasília nos estados de Roraima, Rondônia e Amazonas, que não adotam o horário de verão, aumenta para duas horas, o que atrapalharia a divulgação dos resultados das urnas.

*Estagiária sob supervisão de Marjana Vargas

Comentários