Bolsonaro anuncia que a Caixa ampliará suspensão do pagamento do financiamento da casa própria

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta quinta-feira (14) que a Caixa Econômica Federal vai ampliar de três para quatro meses o período de suspensão das cobranças de financiamentos da casa própria.

Bolsonaro disse ter conversado com o presidente do banco, Pedro Guimarães, que concordou com o aumento do prazo. Segundo Bolsonaro, cerca de 2,3 milhões de clientes da Caixa já pediram para suspender a cobrança do financiamento imobiliário.

“Porque não adianta apenas prorrogar, se o elemento que perdeu o emprego, teve o salário reduzido, não tem como pagar a prestação da casa própria. O que está sobrando de dinheiro para ele, está sendo para comida”, disse Bolsonaro.

Em 19 de março, a Caixa suspendeu a cobrança por dois meses. Porém, em 26 de março, anunciou que a pausa seria ampliada para três meses. Mais tarde, em 9 de maio, Guimarães disse que, diante da crise provocada pela pandemia, a suspensão poderia ser mantida por ainda mais tempo. Essa pausa vale apenas para contratos antigos de pessoas físicas.

Os financiamentos da casa própria contratados a partir de 13 de maio terão carência de seis meses para o pagamento. Durante esse tempo, as pessoas físicas não precisarão pagar as parcelas.

Como suspender o pagamento

Para ter direito, os clientes devem procurar o banco e solicitar a suspensão. A recomendação é a utilização dos canais digitais, como banco pela internet, aplicativos para celulares, como o “Habitação CAIXA”, além dos telefones 3004-1105 e 0800 726 0505.

Para renegociação dos contratos, o cliente pode entrar em contato pelo telefone 0800-7268068.

Comentários