Bolsonaro assina MP de carteirinha estudantil digital e gratuita


Equipe do governo defende “desidratar” essa fonte de recursos de entidades como UNE e Ubes. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O governo federal lançou, nesta sexta-feira (6), uma carteirinha estudantil digital gratuita. A medida provisória foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, e valerá para alunos dos ensinos fundamental, médio ou superior.

A carteirinha será digital por meio do download em aplicativo no Google Play e na Apple Store. O documento estará disponível a partir de 90 dias depois da publicação da medida no Diário Oficial da União. O estudante que adquirir a carteirinha terá que fornecer seu dados para o banco do Ministério da Educação (MEC).

O documento digital garante os mesmos direitos da versão física da carteirinha, como o desconto de 50% em ingressos para cinema, teatro, espetáculos musicais, eventos educativos, entre outros.

Apesar da medida não prever o veto à emissão de carteirinhas feitas pela União Nacional dos Estudantes (UNE) e pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), ela será concorrente dessas e outras entidades, cuja fonte de renda advêm principalmente da emissão de carteiras estudantis. O projeto é conhecido desde a equipe de transição do governo Bolsonaro, que propôs a centralização dos documentos como forma de desidratar o orçamento do movimento estudantil.

Comentários