Bolsonaro cria a primeira empresa estatal do seu governo: a NAV Brasil


A empresa será responsável por controlar o tráfego aéreo brasileiro.
(Foto: FAB/Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro criou a primeira estatal do seu governo, a NAV Brasil Serviços de Navegação Aérea. A empresa será responsável por controlar o tráfego aéreo brasileiro no lugar da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), que administra os aeroportos públicos.

A sanção presidencial para a criação da NAV Brasil foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (20). Desde 2013, ainda no governo de Dilma Rousseff, não era criada nenhuma nova estatal. A última foi a ABGF (Agência Brasileira Gestora de Fundos), que, nesta semana, teve o seu capital social reduzido em 2,7 bilhões de reais – recursos que entrarão para os cofres da União e ajudarão a fechar as contas neste ano.

A nova empresa está vinculada ao Ministério da Defesa, abrigada sob o guarda-chuva do Comando da Aeronáutica. Segundo a FGV (Fundação Getulio Vargas), agora, o País possui 139 estatais federais. Já as estatais estaduais e municipais passam de 400.

Comentários