Bolsonaro nomeia Rogério Marinho ministro do Desenvolvimento Regional


Rogério Marinho foi o articulador do governo na tramitação da reforma da Previdência, em 2019
Foto: Edu Andrade/Ministério da Economia

O presidente Jair Bolsonaro exonerou, nesta quinta-feira (06), o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. Segundo o decreto, a saída ocorre a pedido de Canuto.

O cargo será ocupado por Rogério Marinho, que atuava como secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. A troca foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Marinho foi nomeado secretário de Previdência pelo ministro Paulo Guedes durante a transição de governo, no fim de 2018. Durante a tramitação da reforma da Previdência, o economista ficou responsável pela articulação política e pelos esclarecimentos sobre a proposta do governo.

Rogério Marinho é filiado ao PSDB e, entre 2007 e 2018, foi deputado federal pelo Rio Grande do Norte. Nas últimas eleições, em 2018, ele não conseguiu reeleição para o cargo.

O Ministério do Desenvolvimento Regional foi criado pelo governo Bolsonaro a partir da junção de duas pastas: os antigos ministérios das Cidades e da Integração Regional. Gustavo Canuto foi nomeado ministro no início do governo, e ficou pouco mais de um ano no cargo.

Comentários