Brasil mandará 350 atletas para os Jogos Mundiais Militares

A comissão brasileira que irá participar dos Jogos Mundiais Militares, em Wuhan, na China, se despediu nesta sexta-feira (11), do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, em uma cerimônia na Universidade da Força Aérea, na zona oeste do Rio de Janeiro. O Brasil será apresentado por 350 atletas das três forças e de forças auxiliares, como policiais militares e bombeiros

O ministro da defesa evidenciou que o desenvolvimento do esporte militar colaborou para o crescimento esportivo do Brasil. “É uma contribuição que as Forças Armadas dão ao desporto no Brasil”, destaca. E acrescentou “em 2011, eu era um dos participantes, e a expectativa era que [o Brasil] ficasse entre os 10 primeiros, e ficamos em primeiro. Isso despertou o mundo e as grandes potências a se preocuparem com a performance do Brasil”.

A competição será realizada entre 18 e 27 de outubro e medalhas serão disputadas em 29 modalidades. Os Jogos Mundiais Militares estão na sétima edição e a meta do Brasil é ficar entre as três melhores delegações. Quando aconteceu no Brasil a quinta edição dos jogos, em 2011, ficou em primeiro lugar na competição. Quatro anos depois, na Coreia do Sul, a delegação brasileira ficou em segundo lugar. Os russos ficaram em primeiro, e os chineses em terceiro.

Comentários