Brigada Militar divulga detalhes sobre atuação e fotos dos foragidos do assalto a banco em Porto Xavier

Delegado Afonso Stangherlin afirma que Ezequiel Trindade é o responsável pelo disparo que vitimou o soldado Fabiano Lunkes (Foto: Polícia Civil)

A Brigada Militar (BM) concedeu coletiva nesta segunda-feira, 06, e divulgou que ainda busca por Ezequiel David Trindade e Luciano Aguilar de Matos, envolvidos no assalto a banco em Porto Xavier. Apesar de encerrar o cerco, o delegado Heleno dos Santos destacou que a polícia conta com denúncias da comunidade e não descarta a participação de outras pessoas.

Conforme o delegado Afonso Stangherlin, Ezequiel foi o responsável pelo disparo que vitimou o soldado Fabiano Heck Lunkes, 34 anos, morto em confronto na madrugada do dia 25. Segundo o policial, são diversas as provas coletadas que comprovam o envolvimento dos criminosos no ataque à agência bancária. “Temos várias imagens, declarações de testemunhas. Enfim, temos provas técnicas bem robustas que mostram que esses cinco estavam envolvidos no roubo e os indicativos da investigação mostram que o autor do disparo foi Ezequiel”, afirmou.

A polícia afirmou que Luciano não teve participação direta na morte do soldado, mas estava envolvido com o assalto, que fez reféns e assustou os moradores da região. Na coletiva, foram divulgadas fotos dos suspeitos, para que a população possa continuar auxiliando nas buscas.

O comandante do CRPO Fronteira Noroeste, tenente coronel Alexandre Britte, explicou que desmontaram o cerco e preferiram seguir com o patrulhamento porque “havia grande possibilidade que esses dois restantes indivíduos foragidos não estavam mais lá”, disse ele. A polícia acredita que os homens fugiram rastejando, como outro suspeito preso afirmou ter feito anteriormente.

O crime

O assalto aconteceu por volta das 14h30 de quarta-feira, 24. Os tiros foram disparados contra a agência e vidros foram quebrados, causando medo entre moradores. Os assaltantes conseguiram fugir levando reféns, que foram liberados pelo caminho. A partir de então, um cerco – desmontado na última sexta-feira, 03 – foi realizado pela Brigada Militar.

Comentários