Cálculo do CNJ aponta que Lula terá direito ao regime aberto em 2021


Cálculo diz respeito a condenação no caso triplex. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

De acordo com o cálculo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), encaminhado para a Vara de Execuções Penais do Paraná, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá direito ao regime aberto a partir do dia 22 de março de 2021. O cálculo é para a pena do caso triplex, que tem data de término prevista para o dia 26 de fevereiro de 2027. Além disso, para que a progressão do regime seja aprovada, é necessário o pagamento de R$ 4,9 milhões, valor do triplex, calculado pela Justiça, acrescido de multa e juros.

Na última segunda-feira (30), Lula divulgou uma carta afirmando que não aceitaria “barganhar” seus direitos. O petista ressaltou, ainda, que procuradores da Operação Lava Jato devem desculpas ao povo brasileiro. À mídia, o advogado do ex-presidente, Cristiano Zanin, informou que “o ex-presidente Lula não reconhece a legitimidade do processo [do tríplex]”. A carta foi uma resposta do ex-presidente a procuradores que pediram à juíza Carolina Lobos, responsável pela execução da pena, que Lula fosse transferido para o regime semiaberto.

Comentários