Caso de apologia ao nazismo é investigado em Porto Alegre

Caso aconteceu no Colégio Estadual Paula Soares  (Foto: Reprodução)

Uma tradicional escola pública de Porto Alegre registrou um caso de apologia ao nazismo dentro de sala de aula no começo deste ano letivo. Uma estagiária praticou a ação em sala de aula, exigindo que os alunos a recebessem com o braço direito erguido, ao estilo usado pelos simpatizantes de Adolf Hitler durante o período nazista na Alemanha. Uma estudante também chegou a ser agredida durante os poucos minutos em que a futura docente permaneceu na sala de aula. O caso foi registrado no Colégio Paula Soares, no Centro Histórico da capital gaúcha.

A ação teria começado logo após a estagiária ficar sozinha com os alunos de uma turma do 3° ano do Ensino Médio. Chamada pela direção da escola após os relatos dos alunos, a estagiária teria dito que não pretendia doutrinar os alunos, mas que não sabia agir de forma diferente por ter sido criada em um ambiente em que o regime extremista era exaltado, inclusive  pelo próprio pai. Ela foi afastada imediatamente do estágio e o caso encaminhado às autoridades. A acadêmica era estudante de Filosofia da PUC de Porto Alegre.

The post Caso de apologia ao nazismo é investigado em Porto Alegre appeared first on O Sul.

Comentários

Comentários

9 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.