“Cenário internacional exige seriedade e diálogo das lideranças do País”, diz o presidente da Câmara dos Deputados


“O Brasil não vai escapar de sofrer as consequências dessa piora global. É preciso agir já com medidas emergenciais”, advertiu Maia
Foto: Fábio Rodrigues/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), alertou no fim da noite de domingo (08), em sua conta no Twitter que o cenário internacional “exige seriedade e diálogo das lideranças do País”. Ele defendeu a adoção de medidas emergenciais e afirmou que a crise pode se tornar uma oportunidade “se agora os poderes da República agirem em harmonia e com espírito democrático”.

“O cenário internacional exige seriedade e diálogo das lideranças do País. A situação da economia mundial se deteriora rapidamente. O Brasil não vai escapar de sofrer as consequências dessa piora global. É preciso agir já com medidas emergenciais”, advertiu o presidente da Câmara.

A declaração foi feita horas depois das primeiras notícias sobre divergências entre Arábia Saudita e Rússia em torno de um acordo sobre cortes na produção de petróleo diante da desaceleração da economia decorrente do avanço do novo coronavírus. Os preços de negociação internacional do barril da commodity já caem mais de 20%.

A manifestação de Maia também vem um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro convocar publicamente a população para participar das manifestações de 15 de março. Em Roraima, antes de seguir viagem aos Estados Unidos, o presidente disse que a manifestação é “espontânea” e “pró-Brasil”, e não contra o Congresso ou o Judiciário, mas também afirmou que “político que tem medo de movimento de rua não serve para ser político”.

Segundo Maia, o Congresso “está pronto” para avançar com as reformas necessárias capazes de restabelecer a confiança. “Se agora os Poderes da República agirem em harmonia e com espírito democrático, esta crise pode virar uma oportunidade de se somar forças em busca das soluções necessárias e urgentes”, afirmou o presidente da Câmara.

Comentários