Chuvas registradas na semana passada contribuíram para o aumento do índice de isolamento social no RS

As chuvas registradas na última semana contribuíram para o aumento do índice de isolamento social no Rio Grande do Sul, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (17) pelo governo do Estado.

Entre os dias 9 e 16 de agosto, o índice ficou em 40,1%. O resultado recolocou o Rio Grande do Sul entre os Estados melhores posicionados no ranking nacional de isolamento, agora no quarto lugar geral e acima da média do País, que segue estabilizada na faixa dos 38%. O RS está atrás apenas de Acre (42%), Piauí (41,4%) e Ceará (40%).

Na semana anterior, marcada pela reabertura das atividades do comércio não essencial, o RS havia caído para a 13ª posição, com 38,6% de índice de isolamento, o menor desde março.

Isolamento nas regiões

A região Covid de Pelotas segue apresentando os maiores indicadores em termos de isolamento social. Na última semana, a média na região ficou em 48,4%, quase sete pontos percentuais acima do monitoramento anterior. Com medidas mais rígidas adotadas por algumas cidades, inclusive decretando lockdown, a área de Pelotas chegou a emplacar média de 56,4% nos finais de semana.

As demais regiões que lideram o ranking estadual são a de Porto Alegre (41,4%), Capão da Canoa (40,4%) e Uruguaiana (39,8%).

As regiões de Bagé (35,4%), Lajeado (35,5%), Caxias do Sul (36,1%) e Santa Cruz do Sul (36,1%) estão entre as com os menores índices de isolamento social.

O levantamento da empresa InLoco, feito com base em dados de telefones celulares, confirma um comportamento diferente dos gaúchos nos finais de semana, quando o índice de isolamento, na última coleta, ficou em 44,4%. Nos dias úteis, o percentual de quem evitou se aglomerar foi de 38,4%.

Comentários