Com a carne mais barata, a inflação em janeiro foi a menor para o mês desde 1994

Os dados do IPCA foram divulgados pelo IBGE
Foto: Freepik

Depois de uma disparada nos preços em 2019, a carne ficou mais barata em janeiro e puxou a desaceleração da inflação oficial do País neste início de ano. Considerado a inflação oficial do Brasil, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) ficou em 0,21% em janeiro, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (07) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Essa é a menor taxa para janeiro desde 1994, quando começou o Plano Real. Em dezembro, o indicador havia ficado em 1,15%. Em 2019, o IPCA ficou em 4,31%, acima do centro da meta para o ano, que era de 4,25%, na maior inflação anual desde 2016.

A maior influência de queda em janeiro veio dos preços das carnes, que recuaram 4,03% no mês, depois de uma alta de 18,06% no mês anterior. A baixa influenciou a desaceleração na inflação do grupo alimentação e bebidas, cuja taxa recuou de 3,38% em dezembro para 0,39% em janeiro.

Entre os grupos de despesa, houve contribuição negativa também de saúde e cuidados pessoais (cuja taxa passou de 0,42% para -0,32%), principalmente por conta produtos para pele (-6,51%) e dos perfumes (-4,66%).

Ficaram menores também as taxas de vestuário (de 0 para -0,48%), transportes (de 1,54% para 0,32%), despesas pessoais (de 0,92% para 0,35%), educação (de 0,2% para 0,16%) e comunicação (de 0,66% para 0,12%).

Comentários