Contribuintes têm nova oportunidade para pagar o IPTU em atraso em Porto Alegre

A prefeitura está oferecendo mais uma oportunidade para os contribuintes que estão em débito com o pagamento do IPTU 2020 e também de exercícios anteriores. A medida começa em maio e, desta vez, de forma ampliada. O prazo de recolhimento era de dez meses, e agora, em função do montante devido, a proposta de parcelamento dos débitos pode chegar a 36 meses. Foram encaminhadas 83 mil propostas, totalizando R$ 151 milhões.

No mês de abril, a Receita Municipal ofereceu um novo parcelamento para o IPTU 2020, destinado aos contribuintes que não conseguiram negociar o tributo em razão da pandemia de coronavírus. Foram identificados os contribuintes classificados como “bons pagadores” que estavam somente com o IPTU 2020 em aberto e, para esses, foi elaborada uma proposta com prazos mais dilatados. A adesão alcançou mais de 7,5 mil contribuintes, num total parcelado de R$ 11 milhões.

“Esta ação atende tanto aos interesses públicos, pois possibilita à administração resgatar o valor devido para fazer frente aos gastos extras decorrentes da pandemia do novo coronavírus, quanto aos contribuintes que estão em dificuldades financeiras e terão flexibilizadas as suas dívidas”, disse o prefeito Nelson Marchezan Júnior.

Débito em conta

Em todas as propostas, foi inserido o código para cadastramento de débito em conta do parcelamento, para facilitar o recolhimento mensal e evitar a necessidade de futuros deslocamentos. O cadastramento do débito só é válido a partir da segunda parcela. A primeira precisa ser paga até 29 de maio para a regularização da pendência.

As guias foram enviadas pelos correios, mas a Receita orienta que também é possível obtê-las pela internet, de forma imediata, no site. Outra possibilidade é o cadastramento do e-mail para recebimento das parcelas seguintes. Neste caso, basta fazer a solicitação pelo WhatsApp da Receita Municipal (51) 99348-9424 ou pelo e-mail pagamentofazenda@portoalegre.rs.gov.br.

Comentários