Copom central define nesta quarta nova taxa básica de juros da economia brasileira


Em setembro, a Selic foi reduzida em 0,5 ponto percentual. (Foto: Marcello Casal/Agência Brasil)

O Copom (Comitê de Política Monetária) do BC (Banco Central) iniciou na terça-feira (29) a penúltima reunião deste ano para definir a Selic (taxa básica de juros da economia), atualmente em 5,5% ao ano. A nova taxa será anunciada na noite desta quarta-feira (30), após a segunda parte do encontro.

A última reunião deste ano será realizada nos dias 10 e 11 de dezembro. No final de julho, o Copom iniciou um ciclo de cortes, reduzindo a Selic em 0,5 ponto percentual, para 6% ao ano. Em setembro, a Selic foi reduzida novamente em 0,5 ponto percentual.

“As projeções indicam que a taxa Selic, depois de chegar a 5,5% em setembro, deva cair ainda mais até o fim do ano. Muitos fatores podem nortear a próxima decisão do Copom: inflação corrente persistentemente baixa, expectativa de inflação futura também baixa e abaixo da meta, além da lenta recuperação da atividade econômica. Esses são os principais pontos que dão o respaldo ao cenário esperado”, disse Rafael Cardoso, economista-chefe da Daycoval Asset Management.

A taxa básica de juros é o principal instrumento do BC para alcançar a meta de inflação definida pelo Conselho Monetário Nacional. Neste ano, a meta é de 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

Comentários