“Criaram pânico, né?”, diz Bolsonaro sobre a pandemia de coronavírus

“Criaram pânico, né? O problema está aí, lamentamos. Mas você não pode entrar em pânico. Que nem a política, de novo, do fique em casa. O pessoal vai morrer de fome, de depressão?”, disse o presidente Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira (03), ao comentar a pandemia de coronavírus no Brasil.

A declaração foi dada a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília, um dia após o País registrar novo recorde de mortes pela doença, com mais de 1.720 óbitos em um único dia.

O presidente da República também voltou a criticar a imprensa. “Para a mídia, o vírus sou eu”, declarou.

Comentários