Defesa Civil mantém alerta para ciclone; ventos podem chegar até 100 quilômetros por hora

A intensidade dos ventos é maior em áreas próximas ao centro da tormenta. Ciclone tem potencial para derrubar árvores e prejudicar fiações elétricas, como já ocorreu em pontos isolados do Estado no início deste ano. (Foto: Banco de Dados)

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil está monitorando a passagem de um ciclone extratropical, que pode provocar fortes tempestades no Rio Grande do Sul, nesta semana.

O fenômeno encontra-se atualmente próximo ao litoral da Província de Buenos Aires, na Argentina, e nas próximas horas a tendência é de que se desloque para o norte, em direção ao Uruguai.

A intensidade dos ventos é maior em áreas próximas ao centro da tormenta. Portanto, as regiões Sul, Litoral, Metropolitana, Central e metade Leste da Campanha podem ser afetadas por fortes vendavais entre a noite desta terça (13) e a quarta-feira (14).

O ciclone deve se deslocar para alto-mar no final da quarta-feira, quando perde força, não avançando até o litoral brasileiro. Até lá, a ventania deve se espalhar pelo Rio Grande do Sul, com mais intensidade no Sul e em menor escala no Norte do estado.

As rajadas podem chegar a 100 km/h nas proximidades da Lagoa dos Patos e Extremo Sul do Estado.

Comentários

Comentários

7 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.