Deputados aprovam dois projetos na primeira sessão virtual da história da Assembleia Legislativa gaúcha

O plenário da Assembleia Legislativa do RS se reuniu de forma não presencial, pela primeira vez na sua história, na tarde de quinta-feira (02). Por unanimidade, foram aprovados dois projetos da Mesa Diretora em caráter excepcional, já que, em função do coronavírus, as sessões estão suspensas até 19 de abril.

Um deles instituiu o Sistema de Deliberação Remota, e o outro reconheceu o estado de calamidade de 157 municípios gaúchos em função da Covid-19. A votação foi nominal, com cada parlamentar declarando verbalmente seu voto após ser chamado pelo presidente da Casa, deputado Ernani Polo (PP).

Ele foi o único parlamentar presente no Plenário 20 de Setembro, de onde comandou a sessão extraordinária virtual. Da Capital ou do interior, todos os demais 54 parlamentares participaram por videoconferência.

O Sistema de Deliberação Remota será utilizado exclusivamente em situações de emergência que impeçam a reunião presencial dos parlamentares nos prédios da Assembleia Legislativa ou em outro local público.

Comentários