Desarticulada quadrilha responsável por roubo a bancos com explosivos na Região Metropolitana de Porto Alegre

Uma pessoa foi presa até o momento e foram apreendidos 1 pistola .40, 3 revólveres 38, cordel e explosivos (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quinta-feira (23),  a Operação Bird nos municípios de Alvorada, Viamão, Porto Alegre, Guaíba. A ação visa a desarticular organização criminosa responsável por latrocínio contra policiais civis, roubos a instituições bancárias, com emprego de explosivo e outros delitos. Uma pessoa foi presa até o momento e foram apreendidos 1 pistola .40, 3 revólveres 38, cordel e explosivos.

Segundo os Delegados Joel Henrique Wagner e João Paulo de Abreu, a organização criminosa era uma das mais violentas em atividade no Rio Grande do Sul, responsável por diversos crimes no estado em 2016, e voltariam a praticar novos crimes.

Dentre os fatos praticados pela organização criminosa, destacam-se o ataque ao Banco Bradesco, em Bom Retiro do Sul, ocorrido em setembro do ano passado, quando quatro criminosos se utilizaram de explosivos para romper os caixas eletrônicos. Ainda, outro fato investigado se refere ao ataque a um terminal eletrônico situado na cidade de Eldorado do Sul, ocorrido em outubro, ocasião em que pelo menos quatro indivíduos se utilizaram de explosivos para romper o caixa eletrônico instalado no local. Em todos os locais houve diversos disparos de arma de fogo, de fuzis e pistolas.

Em novembro do ano passado, na cidade de Arroio dos Ratos, policiais entraram em confronto com a organização criminosa, que na ocasião iniciavam os atos executórios para o roubo com emprego de explosivos contra o Banco do Brasil. Houve confronto com os policiais, tendo um policial restado ferido, assim como alguns dos suspeitos pelos ataques.

Segundo o delegado Sander Cajal,  participaram ao todo cerca de 50 policiais da especializada, sendo alvo de buscas 10 imóveis na cidade de Alvorada, Guaíba, Viamão e Porto Alegre.

Comentários

Comentários

797 Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.