Detran-RS abriu mais de 100 mil processos de suspensão ou cassação de carteiras de motorista em 2016

Dados apontam um salto de 67% nos processos. (Foto: EBC)

Com foco na redução de acidentes e no combate à impunidade nas ruas e estradas, no ano passado o Detran-RS (Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul) aumentou em 67% o número de processos abertos para suspender ou cassar a carteiras de motorista.

De acordo com estatísticas do órgão, o total de processos cresceu de 38.084 em 2014 para 59.908 no ano seguinte, saltando para 100.194 em 2016. Os dados abrangem condutores com infrações graves ou acúmulo de pontos.

A cassação, que retira o direito de dirigir por um prazo mínimo de dois anos, é imposta quando o motorista já estava suspenso e é flagrado dirigindo ou se for reincidente no prazo de 12 meses nas seguintes infrações: entregar o volante a indivíduo não habilitado ou com a carteira inválida, conduzir veículo após ingestão de álcool, participar de corrida em via pública e prática de direção perigosa de modo geral.

Comentários

Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.