Devido à pandemia de coronavírus, arrecadação de impostos federais cai 29% em abril

A arrecadação de impostos, contribuições e demais receitas do governo federal teve queda real de 29% em abril deste ano na comparação com o mesmo período de 2019, totalizando R$ 101,154 bilhões.

Esse é o pior resultado para o mês da série histórica, que iniciou em 2007. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (21) pela Receita Federal. Em abril de 2019, a arrecadação havia somado R$ 142,365 bilhões.

Em função da crise provocada pelo coronavírus, o governo federal possibilitou o atraso no pagamento de uma série de tributos para dar alívio de caixa às empresas e famílias. Segundo a Receita, esse diferimento teve um impacto de R$ 35,111 bilhões nas contas de abril.

A redução do IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras) sobre as operações de crédito, outra medida tomada no âmbito do enfrentamento à crise, respondeu por uma diminuição de R$ 1,567 bilhão na arrecadação.

Também houve um crescimento de 25,2% no volume de compensações tributárias em relação mesmo mês do ano passado, o que diminuiu a arrecadação em R$ 10,901 bilhões em abril.

Comentários