Dono de farmácia é preso no Centro de Porto Alegre

Medicamentos de uso controlado foram apreendidos. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil, o Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul e a Vigilância Sanitária de Porto Alegre realizaram uma ação fiscalizatória no Centro da Capital com o objetivo de coibir crimes contra a saúde pública e contra as relações de consumo.

Durante a operação, ocorrida na terça-feira (20), o dono de uma farmácia foi preso pela posse de substâncias controladas de procedência ignorada e em desacordo com a legislação vigente.

Os agentes encontraram diversos medicamentos em desacordo com as prescrições legais, que se enquadram nas listas de substâncias entorpecentes, psicotrópicas e sujeitas a controle especial, nos termos da Portaria 344/98 do Ministério da Saúde.

Tais medicamentos, pela quantidade e forma como estavam armazenados, em uma gaveta embaixo de um balcão, se destinavam para a venda. Os remédios não estavam devidamente cadastrados no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados.

Além disso, no local não se encontravam notas fiscais ou receitas dos produtos vendidos. A farmácia foi interditada, e os medicamentos foram apreendidos. O endereço do estabelecimento não foi divulgado. O homem preso tem 59 anos.

Comentários