Drogas foram encontradas dentro de bolas de tênis em uma pensão em Porto Alegre

A Polícia Civil apreendeu nesta sexta-feira (06) 108 pedras de crack, 39 petecas de cocaína e 14 gramas de maconha no bairro Navegantes, na Zona Norte de Porto Alegre, em mais uma edição da Operação Noturna. Dois criminosos foram presos em flagrante.

A ação foi deflagrada pela 3ª DIN (Delegacia de Investigações do Narcotráfico). De acordo com o delegado Rafael Pereira, chamou a atenção dos policiais o fato de que um dos presos escondia as buchas de cocaína dentro de bolas de tênis encontradas em uma pensão.

O diretor de Investigações do Denarc (Departamento Estadual de Investigações Criminais), delegado Mario Souza, afirmou “que as operações permanentes do departamento visam uma imediata resposta da Polícia Civil à comunidade, especialmente no que se refere ao tráfico de drogas”.

Uruguaios

Dois uruguaios foram presos nesta sexta-feira (06), em Quaraí, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, com cerca de 25 quilos de maconha. A dupla foi flagrada quando desembarcava na rodoviária do município vinda de Porto Alegre.

Homicídios

Agentes da 3ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa deflagraram, na manhã de quinta-feira (05), a Operação Clavus para combater homicídios em Porto Alegre. Foram cumpridos cinco mandados de prisão e 12 de busca e apreensão no bairro Rubem Berta, em especial na Vila Santa Maria, na Zona Norte da cidade.

Cinco bandidos foram presos durante a ação. Segundo o delegado Cassiano Cabral, em maio tornou-se mais intensa a violência e crimes contra a vida por meio de ataques de criminosos da Vila Santa Maria na Vila Amazônia. “Traficantes da Vila Santa Maria impediam que moradores da Vila Amazônia tivessem acesso ao posto de saúde ali estabelecido, assim como moradores de uma vila não podiam acessar a outra”, disse o delegado.

“Sete homicídios foram contabilizados na Vila Amazônia apenas no mês de maio, inclusive um duplo homicídio ocorrido em 19 de maio. Um dos integrantes da organização criminosa já se encontra recolhido, mas de dentro do sistema carcerário foi o mandante dos crimes e teve sua prisão preventiva decretada na tarde de quarta-feira, juntamente com outros quatro integrantes da organização criminosa”, relatou o delegado Cassiano Cabral.

Entre os presos na operação está o principal matador do grupo e vinculado a três crimes contra a vida. Também foram apreendidas drogas como crack, maconha e cocaína. Aproximadamente 65 policiais civis participaram da ação, que também contou com o apoio do GOE (Grupamento de Operações Especiais).

Comentários