“É de se estranhar tal comportamento em um homem que se diz cristão”, afirma Santa Cruz sobre Bolsonaro


Felipe Santa Cruz, presidente da OAB fez declarações em sua rede social. (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, afirmou que o presidente da República, Jair Bolsonaro, demonstra “crueldade e falta de empatia”. A declaração foi feita nesta segunda-feira (29), após Bolsonaro afirmar que poderia explicar como o pai de Santa Cruz desapareceu durante a ditadura militar.

O presidente da OAB afirmou que o presidente da República demonstra seu desconhecimento sobre a diferença entre público e privado, e disse estranhar essa atitude de “um homem que se diz cristão”. Santa Cruz finalizou sua declaração afirmando que o que une a sua geração com a do pai é o compromisso com a democracia, goste ou não o presidente do país.

O pai do líder da Ordem era Fernando Augusto Santa Cruz de Oliveira, desaparecido em fevereiro de 1974, após ter sido preso junto de um amigo por agentes do DOI-Codi, órgão de repressão da ditadura militar.

Confira as declarações do presidente da OAB:
https://twitter.com/felipeoabrj/status/1155918393326915591

Comentários