“É um absurdo!”, afirma o comentarista da Rádio Pampa Marne Barcellos sobre ampliação de recursos públicos para campanha eleitoral 2020

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, defendeu na última quarta-feira (10) a ampliação do montante de recursos públicos destinados aos partidos para a campanha eleitoral de 2020. De acordo com o parecer do deputado Cacá Leão (PP-BA), relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), se prevê um aumento de R$ 2 bilhões no fundo eleitoral, o que pode chegar a R$ 3,7 bilhões nas eleições municipais do ano que vem.

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha, conhecido com fundo eleitoral, foi criado em 2017 pelo Congresso, após o Supremo Tribunal Federal proibir, dois anos antes, doações de empresas para campanhas eleitorais.

O comentarista da Rádio Pampa, Marne Barcellos, afirmou que a medida é absurda para um país como o Brasil. “É um absurdo R$3,7 bilhões para um fundo partidário. Eu não acredito que um país atravessando dificuldades como o nosso, tenha este dinheiro. Nós temos esse dinheiro?”

Se mantidas as regras eleitorais do ano passado, as legendas poderão usar também outra fonte de recursos públicos para o financiamento das campanhas: o Fundo Partidário, que tem girado em torno de R$ 1 bilhão por ano.

Comentários