Economia do Rio Grande do Sul cresce pelo quarto mês consecutivo

É a quarta alta consecutiva, após o tombo provocado pela pandemia em abril, e cresceu mais do que a média nacional (+1,06%). (Foto: Marcello Casal/Agência Brasil)

A economia do Rio Grande do Sul cresceu 1,33% em agosto sobre julho, com ajuste sazonal. O avanço apareceu no IBCRRS (Índice de Atividade Econômica), calculado pelo Banco Central.

É a quarta alta consecutiva, após o tombo provocado pela pandemia em abril, e cresceu mais do que a média nacional (+1,06%). Com isso, também subiu para 139,78 pontos, que é o maior patamar desde janeiro de 2020.

Chamado de prévia do PIB (Produto Interno Bruto) mesmo com a diferença na metodologia, o monitoramento do Banco Central considera o desempenho dos principais setores da economia: agropecuária, indústria e serviços, o que inclui o comércio.

Em relação ao ano passado, no entanto, a economia do Rio Grande do Sul tem ainda uma queda significativa. O indicador recuou 3,09% quando a comparação é feita com agosto de 2019.

Comentários