“Economia e saúde têm que andar de mãos dadas”, diz Bolsonaro em visita ao Rio Grande do Sul

Bolsonaro inaugurou a nova ponte do Guaíba e obras de duplicação da BR-116. (Foto: Alan Santos/PR)

Em visita ao Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (10) para a inauguração do eixo principal da nova ponte do Guaíba, em Porto Alegre, e para a entrega de obras de duplicação da BR-116, em Barra do Ribeiro, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “economia e saúde têm que andar de mãos dadas”.

“Nós evitamos um colapso da economia. Meus senhores, economia e saúde têm que andar de mãos dadas”, declarou o presidente aos gaúchos. Ele também disse que “é menos ruim ter inflação do que um desabastecimento”.

Ao falar da disparada de preços em alguns produtos como, por exemplo, o arroz e o óleo de soja, Bolsonaro disse que, se o “homem do campo tivesse ficado em casa, teria sido um caos”. “Ainda estamos vivendo um finalzinho de pandemia. O nosso governo, levando-se em conta outros países do mundo, foi aquele que melhor se saiu, ou um dos que melhor se saíram no tocante à economia. Prestamos todos os apoios possíveis a Estados e municípios. O auxílio emergencial foi diretamente na veia, diretamente na conta de 67 milhões de brasileiros, que precisavam realmente disso aí. Isso fez também movimentar a economia de Estados e municípios”, declarou.

O presidente ainda destacou o Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), que “socorreu” micro e pequenas empresas durante a pandemia. Após cumprir a agenda no RS, ele retornou a Brasília na tarde desta quinta.

Comentários