Eduardo leite debate poder na política em painel do Estadão Summit Brasil


Para o governador, o poder na democracia precisa ser baseado no respeito às diferenças. (Foto: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini)

O governador Eduardo Leite foi um dos participantes do Estadão Summit Brasil – O que é poder?, nesta quarta-feira (30), em São Paulo. O evento promove painéis com personalidades para discutir interpretações da palavra poder em um contexto de transformações políticas, econômicas, tecnológicas e comunicacionais.

O painel com a presença de Leite, denominado “O Poder da Política”, reuniu ainda a ministra do STF (Supremo Tribunal Federal), Carmen Lúcia, a subprocuradora-geral da República, Raquel Dodge e o presidente do Conselho do Centro de Liderança Pública, Luiz Felipe d´Avila, com mediação da jornalista Vera Magalhães.

Ao falar sobre o tema central do painel, o governador destacou que o poder é cada vez mais distribuído na sociedade e, portanto, exige muita capacidade de conciliação e de visão do bem comum.

“O exercício do poder numa democracia precisa ser compreendido como uma oportunidade de constatação e de disposição de participação social, e essa conjugação de fatores talvez ainda não esteja bem assimilada em nosso país, vide que na política se deseja muitas vezes exterminar quem pensa de forma diferente”, disse Leite. “Quando se estabelece uma democracia, é preciso estabelecer um processo decisório que respeite as diferenças da sociedade”, completou.

Questionado sobre como compatibilizar as reformas com a elaboração de políticas públicas e com a geração de investimentos, Leite destacou que a democracia tem o importante desafio de olhar também para os resultados, com a preocupação de proporcionar entregas à população, o que passa necessariamente pelo ajuste das contas públicas para permitir a retomada dos investimentos.

“Hoje, é fundamental que seja construída uma democracia em que não sejamos dependentes de crises para fazer mudanças, porque o cacoete do Brasil é tomar decisões somente à beira do precipício”, disse.

Participam também do Estadão Summit Brasil, ao longo do dia, personalidades como o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente do STF, José Dias Toffoli, o apresentador Luciano Huck, o governador de São Paulo, João Doria, e o editor de opinião do jornal The New York Times, Peter Catapano. A iniciativa foi inspirada na série Big Ideas, do jornal The New York Times.

Comentários