Em dois anos, todas as lâmpadas das ruas de Porto Alegre devem ser trocadas por modelos de LED

O prefeito Nelson Marchezan Júnior assinou, nesta quinta-feira (13), a ordem de início do projeto-piloto da PPP (Parceria Público Privada) de iluminação pública de Porto Alegre.

Nesta primeira etapa, cinco vias, além da Vila Planetário, foram escolhidas para receber o início da implantação da tecnologia LED: Assis Brasil, Bento Gonçalves, Ipiranga, Cavalhada e Nonoai.

“Em dois anos, todas as lâmpadas de Porto Alegre deverão ser trocadas por modelos de LED, que são mais econômicas. Hoje, apenas 6% das lâmpadas de Porto Alegre são de LED. O trecho revitalizado da orla é um exemplo”, afirmou Marchezan.

“A PPP da iluminação irá proporcionar aos cofres públicos uma economia de cerca de 50% na conta de energia pública, com a troca dos mais de 100 mil pontos de iluminação por lâmpadas de LED. Além disso, estão projetados investimentos em torno de R$ 280 milhões ao longo do contrato”, prosseguiu o prefeito.

O contrato foi assinado no dia 17 de junho. O consórcio IP Sul, vencedor da licitação e formado pelas empresas Quantum Engenharia, GCE S/A, Fortnort Desenvolvimento Ambiental e Urbano e STE Serviços Técnicos de Engenharia, vai gerir o parque de iluminação da Capital pelos próximos 20 anos.

Comentários