Em liberdade após decisão do Supremo, Lula comunica à Justiça que viajará para França, Suíça e Alemanha


Essa será a segunda viagem internacional de Lula desde que ele saiu da prisão
Foto: Joka Madruga/Agência PT

O ex-presidente Lula comunicou à Justiça que estará fora do Brasil de 29 de fevereiro a 12 de março. O petista viajará para a França, Suíça e Alemanha.

A viagem começará por Paris, onde ele ficará até 5 de março para receber o título de cidadão honorário da cidade. Depois, seguirá para Genebra (Suíça), onde se reunirá com lideranças sociais e de trabalhadores no âmbito do Conselho Mundial de Igrejas.

De 7 a 11 de março, Lula ficará em Berlim (Alemanha) para um encontro com lideranças do movimento sindical mundial, segundo informações da colunista Mônica Bergamo.

Como está solto por determinação do STF (Supremo Tribunal Federal), que considerou ilegal a prisão depois de condenação em segunda instância, o ex-presidente não precisa de autorização judicial para viajar. Seguindo uma praxe, no entanto, a defesa sempre comunica aos magistrados que ele se ausentará do País.

Essa será a segunda viagem internacional de Lula desde que ele saiu da prisão, em novembro do ano passado. A primeira foi para encontrar o papa Francisco, no Vaticano.

O petista passou 580 dias preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde cumpria a pena de oito anos, dez meses e 20 dias de prisão imposta a ele no processo da Operação Lava-Jato referente ao triplex no Guarujá (SP).

Comentários