Em reunião do G20, ministro Nelson Teich condena as fake news e elogia a Organização Mundial da Saúde

Em um dos seus primeiros compromissos como ministro da Saúde, Nelson Teich representou o governo brasileiro em uma reunião virtual dos ministros da Saúde do G20 (grupo das 20 maiores economias do mundo), neste domingo (19), para debater a pandemia do novo coronavírus.

Ele defendeu o trabalho realizado pelo governo brasileiro, afirmou que as fake news são um problema e elogiou a atuação da OMS (Organização Mundial da Saúde).

O ministro se mostrou preocupado com a circulação de informações falsas sobre a Covid-19 e defendeu iniciativas para estimular a comunicação adequada, combatendo as fake news.

Teich salientou a importância de ações de combate à doença em níveis estadual e municipal e da distribuição de materiais hospitalares, testes e inaladores, acrescentando que medidas nesse sentido contaram com o equivalente a US$ 2 bilhões do governo federal.

Além disso, ele afirmou que o Brasil será um aliado das instituições internacionais para encontrar uma saída para a pandemia de coronavírus. “Quero aproveitar para reforçar o compromisso do Brasil em trabalhar em conjunto e encontrar soluções para a saúde global.”

No início do discurso, o ministro parabenizou a realização da reunião do G20, dizendo que se trata de um “momento único” neste período de grandes desafios que a pandemia trouxe em termos sociais e econômicos para a população.

Teich participou da reunião a partir de seu gabinete em Brasília. Durante sua fala, ele avaliou que os sistemas de saúde “nunca mais serão os mesmos” depois da pandemia.

Comentários