Estado chama 1,2 mil candidatos a policiais militares para exames médicos e treinamento

Lista inclui os nomes de 1.040 candidatos às vagas existentes e outros 232 candidatos para suplentes, totalizando 1.272 nomes. (Foto: Arquivo Palácio Piratini)

Foi publicado no Diário Oficial do Estado, nesta terça-feira (13), a lista com os nomes de 1,2 mil candidatos aprovados no concurso público para soldado da Brigada Militar. Os futuros PMs (policiais militares) estão sendo chamados para realização de exames médicos a fim de iniciarem o treinamento na Academia de Polícia Militar.

A lista inclui os nomes de 1.040 candidatos às vagas existentes e outros 232 candidatos para suplentes (caso haja alguma desistência ou reprovação nos quesitos exigidos no edital), totalizando 1.272 nomes.

O comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira, comemorou a publicação. “É uma reposição importante para o efetivo da instituição. Vamos agilizar os procedimentos necessários para inclusão dos concursados para que, até o final de outubro, início de novembro, possamos iniciar o curso”, afirmou Freitas.

O Estado está chamando ainda os aprovados no concurso para o Corpo de Bombeiros, num total de 260 nomes, para avaliação médica e início no curso de Formação de Bombeiro Militar. Também estão sendo chamados mais 74 suplentes.

Os exames de avaliação médica ocorrem entre 10 e 12 de outubro, na Academia de Polícia Militar. Os candidatos serão submetidos ainda a avaliações psicológicas e toxicológicas. Os resultados devem estar prontos em cerca de 30 a 40 dias após os exames.

O chamamento dos novos policiais foi antecipado pelo governador José Ivo Sartori no último dia 2 deste mês. Na oportunidade, Sartori anunciou Cezar Schirmer para o comando da Secretaria da Segurança Pública.

O incremento de novos policiais integra o pacote de medidas da segunda fase do Plano Estadual de Segurança Pública, lançado no final de junho pelo governo do Estado. As ações representam R$ 166,9 milhões em novos investimentos na Segurança Pública até o início de 2018.

Comentários

Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.