Executivo da Odebrecht que delatou Aécio, Lobão, Accioly e Diogo Mainardi é encontrado morto

(Foto: Reprodução)1

O ex-vice-presidente da Odebrecht, Henrique Valladares, foi encontrado morto nesta terça-feira (17) em sua residência no Rio de Janeiro. Em delação premiada, Valladares acusou o deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), o PSDB, o ex-ministro Edison Lobão, o jornalista Diego Mainardi, do O Antagonista, e o empresário Alexandre Accioly, dono das academias BodyTech, de terem recebido propina da empreiteira.

Ele afirmou ter pago R$50 milhões a Aécio Neves e que estavam depositados em contas no exterior.  Afirmou também ter recebido até uma cobrança de dinheiro pedida a ele por Edison Lobão quando o então ministro de Dilma estava internado numa UTI. Em ambos os casos, a Odebrecht queria como retribuição facilidades na área de energia.

A causa da morte ainda não foi divulgada.

Comentários