Facção criminosa impede apenado do Presídio Central de ir para audiência

Detentos protestaram, impedindo saída de apenado da casa de detenção. (Foto: Banco de Dados/ o Sul)

Um detento pertencente à facção criminosa Bala na Cara foi impedido de sair do PC (Presídio Central) de Porto Alegre na manhã desta terça-feira (6) para participar de uma audiência no Tribunal de Justiça. Segundo a juíza presidente da 1ª  Vara, Taís Culau de Barros, tratou-se de um protesto organizado pela facção até que pleitos fossem atendidos pela Vara de Execuções Penais.

O diretor do PC, o tenente-coronel Marcelo Gayer Barboza, relatou que o incidente com os presos da galeria F já foi solucionado e que uma nova audiência para o homem que responde por tentativa de homicídio foi marcada para o dia 16 deste mês. Barboza não quis informar quais foram os pedidos dos apenados, mas garantiu que detento em questão responderá por infração disciplinar.

Comentários

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.